CMS cobra do gestor da Sesa, soluções para falta de médicos na Nefrologia e conclusão nas obras do Hospital Estadual de Santana

por Admin publicado 08/06/2021 11h49, última modificação 08/06/2021 11h49
O vereador destacou que a doença não espera, quem está doente tem pressa, por isso a necessidade de melhorias no complexo hospitalar
CMS cobra do gestor da Sesa, soluções para falta de médicos na Nefrologia e conclusão nas obras do Hospital Estadual de Santana

Presidente e Secretário da saúde

Após receber várias denúncias de pacientes sobre os problemas existentes na Clínica de Nefrologia em Santana, o vice-presidente da Câmara Municipal de Santana, vereador Mário Brandão (PL), cobrou junto ao secretário de estado da saúde, Juan Mendes, providencias imediatas para que sejam resolvidas demandas consideradas insanáveis no setor de saúde pública no município.

 

A falta de médicos fixos para acompanhar as sessões de hemodiálise, insumos e medicamentos para o tratamento dos pacientes renais crônicos, foram algumas das problemáticas levadas pelo vereador até o secretário, que prometeu num prazo máximo de 30 dias, solucionar de uma vez por todas, essas deficiências nos atendimentos aos renais crônicos.

 

De acordo com o secretário Juan Mendes, estão sendo contratados 03 (três) novos médicos nefrologistas, dois da Bahia e um do estado do Ceará, para trabalhar exclusivamente em Santana. O secretário destacou ainda, que hoje a secretaria de saúde não possui reserva técnica para suprir as necessidades do município na área de nefrologia.

 

A única médica que fazia o acompanhamento no turno da manhã tirou licença maternidade e a secretaria de saúde mesmo com dificuldades, fez um realinhamento de profissionais, para atender os pacientes que estavam sem o atendimento.

 

HOSPITAL DE SANTANA

 

Outro pleito do vereador Mário Brandão junto ao secretário Juan Mendes, foi relacionado a demora na conclusão das obras do novo Hospital Estadual de Santana, que inclusive já existe um recurso de 25 milhões na conta do Governo do Estado, específico para essa obra a até agora nada. O parlamentar pediu celeridade na obra, porque essa obra está parada há vários anos e povo que precisa de saúde tem pressa.

 

O vereador ressaltou que os pacientes estão sendo atendidos em galpões improvisados, em situação difícil e a entrega dessa obra será de grande importante para saúde da população, que sofre com a falta de estrutura necessária para cuidar dos seus doentes.

 

Sobre as obras do novo Hospital Estadual de Santana, o secretário enfatizou, que essa será a maior obra de reestruturação hospitalar do estado do Amapá e será uma referência para o norte do Brasil.

Segundo o secretário, até o final deste ano, serão inaugurados 03 (três) novo blocos totalmente equipados, para atender os pacientes em várias especialidades.

 

“Além da maternidade, o novo complexo hospital de Santana, contemplará a população com um tomógrafo, pronto atendimento, novas áreas de internação, salas cirúrgicas, novas áreas técnicas, uma farmácia totalmente estruturada e uma área específica para quimioterapia, que será a grande novidade nos atendimentos oferecidos em Santana”, finalizou o secretário.

 

O vereador Mário Brandão agradeceu a disponibilidade do secretário em esclarecer para população.

“O Santanense precisa saber o porquê das dificuldades no setor de nefrologia e demora nas obras do novo Hospital de Santana, quem está doente tem pressa, por isso é necessário que o Governo do Estado através da Secretaria de Saúde nos dê esse retorno, porque somos os representantes da população da Câmara Municipal”, concluiu o vereador.